Empréstimo Pessoal

Nossos parceiros costumam liberar em até 48 horas o empréstimo de forma online e segura. As taxas variam de 1,49% a 15%.

ENCONTRE AS PRINCIPAIS OPÇÕES DE EMPRÉSTIMO

1
2

Deixe-nos saber um pouco mais sobre você

IMPORTANTE:Não solicitamos depósitos.

pessoa

O QUE É UM EMPRÉSTIMO PESSOAL?EMPRÉSTIMO

Empréstimo pessoal é uma quantia em dinheiro emprestada por uma instituição financeira com a liberdade de usá-lo para qualquer finalidade. Em outras palavras, você pode gastar o dinheiro do empréstimo pessoal para qualquer coisa ou objetivo.

Em troca é cobrado em devolver à instituição financeira juros mensais sobre o valor emprestado, com um contrato explicando todos os termos do empréstimo.

Em resumo, os prazos diferem para cada cliente, podendo variar conforme a análise de crédito e o valor total emprestado.

Se sua instituição financeira for um banco, a liberação do empréstimo pessoal é instantânea e você pode sacar o dinheiro naquele exato momento.

Outras instituições financeiras ainda podem exigir documentos e comprovantes de renda para concluir o processo.

Vale lembrar que não é exigido pagamento de nenhuma taxa antecipadamente, isso é golpe! Fique atento.

Também conhecido como crédito pessoal, é uma opção normalmente oferecida por bancos, fintechs e financeiras. Você escolhe como usar o dinheiro! Pode utilizar com:

  • Pagamento de dívidas;

  • Compras de alto valor;

  • Investimentos;

  • Viagens;

  • Investimentos;

Importante: Fique sempre atento às parcelas e condições de pagamento do seu empréstimo.

Leia também nosso guia completo sobre empréstimo pessoal e tire suas dúvidas.

COMO FUNCIONA O EMPRÉSTIMO PESSOALFUNCIONA

O processo do empréstimo pessoal funciona assim: a instituição financeira empresta o dinheiro a uma pessoa física com documento de identidade válido no Brasil. Como a utilização desse valor não precisa ser comunicada, basta negociar diretamente as condições contratuais como taxa de juros e valor da parcela.

As condições de crédito variam conforme o banco ou financeira. Alguns clientes possuem uma linha de crédito pré-aprovada, o que significa que ela só precisa ser solicitada para que a conta seja liberada. Por outro lado, esses institutos cobram taxas mais altas, o que geralmente reduz a atratividade desse tipo de produto.

Assista o vídeo para saber mais sobre o empréstimo pessoal:

Por que solicitar um empréstimo pessoal?Por que

Não há uma finalidade específica para a contratação de empréstimos pessoais. Dessa forma, torna-se uma opção para todo tipo de pessoa, principalmente para quem está com dificuldades financeiras ou as que querem investir ou expandir um negócio.

Pode-se solicitar um empréstimo pessoal, por exemplo, para cobrir o custo de uma viagem, como passagens aéreas e hotéis. Também é usado para pagar um curso de formação, sendo uma forma de investimento pessoal, para conseguir uma promoção ou aprimorar suas habilidades em seu negócio.

A única reserva que fazemos é quanto ao valor alcançado. Você deve dividir esse valor em parcelas que cabem no seu orçamento familiar. Como fazer um empréstimo pessoal significa assumir novas dívidas, é importante que essa dívida seja acessível a longo prazo.

6 motivos para solicitar crédito pessoal:Motivos

1. Reformas

Dessa forma, seja uma reforma planejada ou algo que precisa fazer de urgência, o empréstimo pessoal pode ser uma boa saída para arcar com um volume maior de pagamentos.

Existem alguns tipos de crédito para reforma, pode valer a pena comprar todos os materiais à vista e parcelar o valor do empréstimo pessoal. Geralmente há um bom desconto se você pagar à vista por um grande número de produtos. Um empréstimo pessoal pode ser uma ótima maneira de pagar parcelas maiores, seja uma reforma planejada ou uma necessidade urgente.

2. Abrir uma empresa

Outra boa razão para pedir um empréstimo pessoal é quando você está iniciando um novo negócio, quando certamente precisará de uma quantia de dinheiro para começar. Assim como se deve ter cautela ao iniciar um negócio, pedir um empréstimo, deve ser uma contratação muito bem pensada e planejada para que você não comece seu negócio já falido.

Isso também vale se você já tem um negócio e precisa investir nele através do empréstimo empresarial. Organização e planejamento são essenciais!

3. Trocar a dívida

Isso ocorre porque muitas vezes as dívidas têm juros muito altos e fica difícil o pagamento de todas as parcelas. Quando parece que nada mais vai dar certo, temos a opção de fazer um novo empréstimo com taxas que melhor se adéquam ao nosso orçamento.

Dívidas como cheque especial e dívida de cartão de crédito são como bolas de neve. Se você ficar um mês sem pagar, elas acumulam até ficarem enormes e sem condição de serem quitadas.

As taxas do empréstimo pessoal podem ser até 6 vezes menores do que a do empréstimo pessoal, que giram em torno de 12% ao mês, facilitando para quitar as dívidas e ter parcelas menores.

Existe a opção de trocar de instituição com a taxa de empréstimo menor, isso é chamado portabilidade de crédito. Este é um direito garantido a você por lei.

4. Realização de sonhos

Sempre quis visitar outro país, ou fazer uma cirurgia, mas não tem dinheiro? Que tal optar por um empréstimo pessoal?

Pode parecer bobagem para alguns, mas os sonhos realizados também fazem parte de nossas vidas e são grandes motivadores para o dia a dia.

Então, se de uma forma bem planejada para não comprometer seu orçamento, fazer um empréstimo para realizar sonhos pode ser uma boa escolha.

5. Imprevistos

Como o nome sugere, imprevistos são imprevisíveis. Portanto, se você não tem uma reserva de emergência, uma opção é recorrer a um empréstimo pessoal.

São imprevistos: acidentes, um cano estourado em sua casa ou um problema de saúde que surgiu do nada. Nesses casos não há muito o que fazer e o empréstimo pessoal pode ser uma ótima solução.

É importante ressaltar que tomar empréstimo para imprevistos é viável, pois não são situações recorrentes. Mas cuidado ao pegar crédito para pagamento de contas sempre, pois chegará um momento em que você não irá conseguir pagá-las. Por isso, organização e disciplina são essenciais!

6. Estudos

Surgiu uma grande oportunidade de estudar na universidade dos sonhos ou até mesmo no exterior, mas você não economizou dinheiro? Nesse caso, o empréstimo pode se tornar um investimento!

Afinal, a educação é sempre positiva e as chances de você conseguir pagar melhor suas contas com uma boa educação aumentam muito.

Muitas instituições possuem linhas especiais de crédito para quem precisa financiar os estudos, como o FIES, ou também pode optar por um empréstimo pessoal com uma boa taxa de juros. Faça sua pesquisa e decida qual é a melhor escolha.

Como saber quando contratar um empréstimo pessoal?quando contratar

As principais características do empréstimo pessoal são a facilidade e rapidez das negociações. É útil em emergências, quando uma grande quantia precisa ser investida para quitar uma dívida ou para resolver um problema individual e não há dinheiro disponível para isso.

Por outro lado, esse recurso também pode ser usado para liquidar uma dívida por um outra de menor valor. É o que acontece quando você tem uma dívida no cheque especial ou no cartão de crédito com juros que ultrapassam 10% ao mês, colocando em risco a renda familiar.

Assim você pode usar o dinheiro do empréstimo para pagar a conta e pagar as parcelas com menor taxa de juros. Ou seja, há uma troca de dívida por outra com melhores condições de pagamento.

Fica o alerta: é fundamental desenvolver um bom planejamento financeiro para a empresa, além de ter garantias de que você conseguirá arcar com as parcelas mesmo se os resultados forem ruins. Os empréstimos vão de 24 a 72 meses, em média. Desse modo, é bem possível que você mantenha a pendência financeira durante alguns anos.

Aviso: é importante que você consiga desenvolver um bom plano financeiro para a pagar as parcelas no prazo. Os empréstimos podem ter prazos de 12 a 72 meses. Portanto, é bem possível que você mantenha a dívida financeira por mais alguns anos.

4 coisas a considerar antes de fazer um empréstimoantes de fazer

1. Bom planejamento financeiro

O planejamento financeiro é muito importante em todas as suas decisões financeiras. Não importa se você está procurando um empréstimo pessoal, solicitar um novo cartão, escolher entre uma viagem ou economizar no 13º salário, ter organização financeira é a base de tudo.

Por isso, reserve um tempo para anotar suas receitas e despesas. É importante saber quais são suas contas fixas e variáveis ​​e ter uma tabela de decisão financeira para saber quanto você pode pagar nas parcelas.

2. Atenção às taxas de juros e prazos

Não há taxa de juros fixa para empréstimos pessoais, muito menos um prazo igual para pagamentos parcelados. Portanto, é necessário estudar as diferentes condições oferecidas.

Verifique as taxas de juros, prazos e principalmente o custo total efetivo de cada oferta. Assim você tem o conhecimento necessário para fechar um bom negócio!

3. Não faça depósitos antecipados

Não existe empréstimo pessoal com pré-pagamento. Pense conosco: se você precisa de dinheiro, por que alguém cobraria dinheiro só para emprestar?

Se você encontrar alguém pedindo um pagamento adiantado, feche todas as comunicações e denuncie! Não caia no golpe do empréstimo.

4. Melhores condições para scores altos

Esteja ciente da sua pontuação de score, pois ela mede sua saúde financeira e é normalmente usada por bancos e financeiras para definir seus termos de crédito. Quanto maior sua pontuação, melhores as condições.

Taxas de juros reduzidas e melhores prazos de pagamento resultam em menor CET.

Como se planejar para solicitar o empréstimo pessoalPlanejamento

Por mais que seja um crédito de fácil contratação, é preciso ter organização e planejamento para solicitar, pois, o objetivo é se livrar das dívidas e não assumir novas. Por isso, é importante considerar alguns pontos antes de contratar. Saiba quais são:

Definição da finalidade

você deve ter em mente finalidade do empréstimo, pois é impossível saber de quanto dinheiro você precisa se não tiver um objetivo ou meta.

Cálculo de pagamentos mensais

Após determinar o valor total do empréstimo, o próximo passo é calcular quanto você pode pagar por mês. Isso afeta diretamente o número de parcelas, pois um valor mensal menor significa mais meses de pagamento e, portanto, juros mais altos.

O mais recomendado é pagar o maior valor possível por mês e reduzir o número de meses do empréstimo. No entanto, vale ressaltar que esse dinheiro não pode ser motivo para incorrer em mais dívidas infinitas, o que não faria o empréstimo pessoal valer a pena.

Soma do valor total

Você sabe exatamente quanto crédito você precisa para atingir sua meta? Durante a busca por instituições financeiras, faça simulações. Pois, os juros e os prazos variam de acordo com cada instituição. Por isso, é muito importante negociar o valor exato para reduzir custos.

Ao fazer a conta do total do empréstimo, é importante verificar se existem condições para pagar esses custos totais ou se será necessário solicitar um valor total maior.

As vantagens e desvantagens do empréstimo pessoalVantagens

Vantagens do Empréstimo PessoalDesvantagens do Empréstimo Pessoal
1- O dinheiro é liberado rapidamente!
O dinheiro, após aprovado, é creditado na conta em até um dia! Em caso de crédito pré aprovado, o dinheiro é liberado na hora!
1- Taxas de juros mais altas do mercado
De acordo com o Banco Central, a taxa de juros média é de 7% ao mês. Isso pode aumentar significativamente dependendo da instituição.
2- Melhor do que cheque especial
O empréstimo pessoal tem taxas menores do que o limite do cheque especial, que rende juros diários.
2- Financeiras tem taxas maiores
Em financeiras o CET costuma ser maior que em bancos. Isso significa que a dívida na financeira acaba sendo maior quando comparada ao mesmo empréstimo nos bancos.
3- Empréstimo pessoal para negativado
É possível solicitar essa linha em lojas e financeiras, porém, a taxa de juros é maior que em instituições bancárias. Isso devido ao risco de inadimplência.
3- Cuidado com o descontrole
Se a financeira oferecer mais dinheiro, fique com o valor que você precisa. Lembre-se, quanto mais dinheiro você pega, mais você acaba pagando
Vantagens do Empréstimo Pessoal
1- O dinheiro é liberado rapidamente!
O dinheiro, após aprovado, é creditado na conta em até um dia! Em caso de crédito pré aprovado, o dinheiro é liberado na hora!
2- Melhor do que cheque especial
O empréstimo pessoal tem taxas menores do que o limite do cheque especial, que rende juros diários.
3- Empréstimo pessoal para negativado
É possível solicitar essa linha em lojas e financeiras, porém, a taxa de juros é maior que em instituições bancárias. Isso devido ao risco de inadimplência.
Desvantagens do Empréstimo Pessoal
1- Taxas de juros mais altas do mercado
De acordo com o Banco Central, a taxa de juros média é de 7% ao mês. Isso pode aumentar significativamente dependendo da instituição.
2- Financeiras tem taxas maiores
Em financeiras o CET costuma ser maior que em bancos. Isso significa que a dívida na financeira acaba sendo maior quando comparada ao mesmo empréstimo nos bancos.
3- Cuidado com o descontrole
Se a financeira oferecer mais dinheiro, fique com o valor que você precisa. Lembre-se, quanto mais dinheiro você pega, mais você acaba pagando.

Quem pode contratar o empréstimo pessoal?Contratar

Os únicos requisitos são que o contratante seja maior de 18 anos, possua RG e CPF válidos e seja residente no Brasil.

Algumas empresas normalmente se recusam a emprestar para pessoas negativadas em serviços de análise de crédito, como SPC e Serasa, mas essa não é uma prática seguida por todas as financeiras.

Documentos necessários para fazer empréstimo pessoal

Cada instituição tem suas próprias regras, mas a documentação básica, costuma ser composta por:

  • Identidade oficial com foto: RG ou CNH e CPF;

  • Comprovante de residência atual: Conta de luz, água, gás ou telefone, preferencialmente em nome do requerente;

  • Comprovante de renda: carteira de trabalho ou outro comprovante de emprego, como contrato de trabalho; ou contrato social da empresa da qual você é proprietário ou sócio; ou Comprovante de Microempreendedor Individual (MEI); ou comprovante de trabalho autônomo, ou última declaração de Imposto de Renda.

3 Dicas para escolher a melhor instituição financeira para solicitar empréstimo pessoal?Dicas

A dica mais importante na hora de escolher a empresa para solicitar um empréstimo pessoal é se informar sobre as condições em diversos lugares.

É comum que os maiores bancos sejam escolhidos por conveniência, pois é onde as pessoas costumam abrir uma conta. No entanto, isso pode impedir que você obtenha melhores tarifas, que se refletem no pagamento total.

Tenha cuidado em qualquer caso: Aconselha-se cautela, especialmente na Internet. Existem vários anúncios de empresas que oferecem empréstimos sem garantia ou comprovação de renda, mas muitos deles não têm boa reputação no mercado.

Por isso, é importante verificar a credibilidade da instituição para não cair em golpes e não receber o dinheiro.

Na hora de escolher a instituição financeira para contratar um empréstimo pessoal, considere algumas questões básicas como:

Taxa de juros

A taxa de juros é a contrapartida do banco, fintech ou cooperativa para emprestar o dinheiro em espécie. Como existem dezenas de opções no mercado, é natural que existam valores diferentes que variam de 1% a 30% ou mais ao mês. Portanto, o cliente deve procurar um local que ofereça condições competitivas.

A taxa de juros afeta diretamente o Custo Efetivo Total (CET), ou seja, o valor final que a pessoa terá que pagar para encerrar sua vinculação à instituição. Quanto menor for essa taxa, menor será o valor das parcelas.

Custos adicionais e burocracia

Além da taxa de juros, há a incidência do Imposto sobre Operações Financeiras (IOF), que incide sobre o valor total do prêmio (que não considera a taxa de juros).

O IOF sobre essas operações é de 0,38% mais uma alíquota diária limitada a 3% ao ano (0,0082% ao dia).

As cooperativas não tinham essa taxa anual de 3%, mas a cobrança ficou obrigatória por lei em 2017

No entanto, devido às taxas de juros atrativas, essas organizações continuam sendo uma boa opção para encontrar empréstimos mais baratos para pessoas físicas e microempreendedores.

Reputação da empresa

Por mais que a concessão do empréstimo pessoal seja rápida, não é aconselhável escolher qualquer instituição financeira.

É importante que a empresa oferece vantagens aos clientes e tenha experiência no mercado, como em outros serviços que nós contratamos.

Na Internet, deve-se ter cautela quando se trata de anúncios com preços muito baixos, pois não estão em alinhados com a concorrência.

Não bastando o risco de ser uma empresa fraudulenta, também podem dificultar a extinção da dívida, como por exemplo, impedindo o pagamento antecipado do empréstimo para reduzir as taxas de juros.

Quais as taxas e custos de um empréstimo pessoal?Taxas e custos

A taxa de juros mensal que os principais bancos cobram varia entre 4% e 6%. O principal atrativo é a facilidade para solicitar crédito, pois quem já conta aberta na instituição, geralmente não precisa passar pela burocracia de buscar o serviço em outro lugar.

No entanto, muitas vezes os bancos oferecem mais crédito do que o necessário. Portanto, é importante calcular com precisão o valor do empréstimo e quanto você pode pagar a cada mês. Afinal, um empréstimo pessoal deve ser uma solução financeira, não um problema ou dívida para o futuro.

Leia também: É solução ou encrenca pedir empréstimo pessoal fácil?

Existem institutos que oferecem o empréstimo online - principalmente em condições favoráveis. No entanto, é preciso analisar se eles exigem comprovação de renda e quais são as condições de pagamento. Devido ao menor porte dessas empresas, os valores concedidos também são reduzidos.

Os empréstimos de cooperativas são uma opção interessante devido às melhores condições. É possível encontrar taxas de juros até 50% inferiores às das instituições financeiras tradicionais, com processo de aprovação semelhante. A diferença é que a pessoa não precisa ser um cooperado.

Como calcular juros de empréstimo pessoal?

O cálculo dos juros do empréstimo pessoal segue a regra dos juros compostos, considerando juros sobre juros. Nesse caso, a taxa de juros é sempre calculada sobre o valor inicial (que você emprestou) mais o valor dos juros calculados no mês anterior. Por exemplo, se você pagar 3% de 1.000 reais, o valor da segunda parcela será de 1.030 reais, então os juros da segunda parcela serão recalculados a partir desse valor e não do valor original.

Confira como funciona os juros compostos no empréstimo pessoal: *O cálculo considera o empréstimo de 1.000 reais por 8 meses com juros de 3% ao mês.

MêsValor ParcelaJuros %Valor Parcela + Juros
11.0003% de 1.000 = 301.030
21.0303% de 1.030 = 30,91.060,90
31.060,903% de 1.060,90 = 31,821.092,72
41.092,723% de 1.092,72 = 32,781.125,50
51.125,503% de 1.125,50 = 33,761.159,27
61.159,273% de 1.159,27 = 34,771.194,05
71.194,053% de 1.194,05 = 35,821229,87
81229,873% de 1229,87 = 36,891266,77

Nunca esqueça de comparar taxas e condições de pagamentotaxas e condições

Conheça todas as taxas envolvidas ao solicitar um crédito Saiba tudo o que você paga ao usar qualquer tipo de crédito. Algumas informações importantes podem ser encontradas nos seguintes exemplos:

  • C.E.T. – Sigla para Custo Efetivo Total, que inclui as taxas de juros, taxas e encargos do seu pedido de empréstimo pessoal. Dica valiosa: Quanto menor o C.E.T., menos você paga no final.

  • Parcelamento - Estude sua oferta cuidadosamente antes de fazer um pedido. Todo mês você paga a parcela, então não vale a pena se endividar, não é?

  • Taxa de juros – Sim, esse ponto merece sua atenção. Mesmo que o C.E.T. já contém a taxa de juros, vale sempre a pena conferir isso com atenção.

Simulador de empréstimo pessoalSimulador

Antes de solicitar o crédito, é importante avaliar sua situação financeira e as condições do empréstimo que você precisa.

Para te ajudar, simule um valor de empréstimo que considere as taxas de juros e parcelas. Com isso, você poderá saber como esse pedido afetará suas finanças pessoais.

Nós temos uma calculadora de juros de empréstimo para você calcular o valor total do seu crédito, confira!

Vale a pena pedir um empréstimo pessoal?Vale a pena

Depende da sua situação. Os empréstimos pessoais podem organizar contas e se livrar de dívidas, como também ajudar a alavancar sua empresa. Portanto, use-o apenas quando realmente precisar.

Antes de solicitar o crédito, verifique todas as opções disponíveis, taxas e qual empresa pode lhe oferecer o melhor preço, e lembre-se sempre de verificar se a empresa é confiável. Sempre tome cuidado para não ser enganado, como pagar taxas para contratar ou fazer um pagamento antecipado.

Para saber o valor total dos juros que você terá que pagar até o final do empréstimo pessoal, basta pegar o valor dos juros mensais e multiplicar pelo número de parcelas definido para pagamento do empréstimo

O primeiro passo para conseguir empréstimo pessoal, é entrar em contato com a instituição financeira – que pode ser um banco, fintech ou cooperativa de crédito – e fazer uma simulação de empréstimo. Nesse processo, o solicitante informa o valor desejado e o número de parcelas ou o prazo em que deseja pagar.

É possível conseguir um empréstimo pessoal com score baixo, mesmo as empresas analisando seu score. Busque simular e cotar valores com diversas instituições. Dessa forma, maiores serão as chances de conseguir a aprovação de uma proposta que seja mais justa para o seu bolso.

É possível solicitar o empréstimo pessoal para autônomo para utilizar da maneira que bem entender. Como o profissional autônomo não possui holerite, basta usar a movimentação de uma conta bancária. A partir dela é possível verificar a renda do cliente e realizar essa análise.

O empréstimo pessoal pode ser descontado através de carnê ou boleto, ou ainda por desconto em conta corrente. Dependendo da modalidade de crédito, também pode ser descontado do holerite do solicitante.

Para fazer a portabilidade de crédito pessoal, é preciso seguir alguns passos:

  • 1. Saiba todas as informações de sua dívida;

  • 2. Procure e compare as opções do mercado;

  • 3. Consulte a instituição financeira e faça uma proposta de portabilidade;

  • 4. Fique atento a tarifas.

Siga essas etapas para fazer seu empréstimo pessoal online:

  • 1. Faça a simulação de um empréstimo;

  • 2. Avalie os empréstimos com o menor CET (Custo Efetivo Total);

  • 3. Escolha a forma de pagamento (quantidade de parcelas;

  • 4. Envie os documentos para o banco ou financeira escolhido;

  • 5. Espere a análise de crédito, e verifique a sua conta.

No crédito pessoal, a instituição financeira empresta o dinheiro para uma pessoa física, portadora de um documento de identidade válido em território nacional. Já que não é necessário informar a utilização desse valor, basta negociar diretamente as condições do contrato, como taxa de juros e número de parcelas.

O empréstimo pessoal com pagamento por carnê, o pagamento é feito por parcelas que devem ser pagas mês a mês até a quitação da dívida. Dessa forma, o valor a ser pago mensalmente e o número de parcelas já vem especificado nos carnês.

O limite de crédito pessoal é uma linha de crédito disponibilizado pelo banco ou instituição financeira. Diferentemente do empréstimo pessoal, neste tipo de transação o cliente inicia o pagamento dos juros somente quando utiliza dinheiro do limite pré-aprovado.

Acione a instituição que você solicitou o empréstimo pessoal e informe que deseja fazer a quitação. A instituição financeira fará a emissão do boleto com o valor total isento das taxas de juros que seriam cobradas caso você continuasse o pagamento de parcelas mensalmente.

Após o envio da documentação e análise do perfil do cliente, a instituição financeira fará a transferência do valor do empréstimo pessoal para a conta corrente do solicitante. É importante verificar se não há nenhum problema com a conta indicada, para evitar problemas na hora do saque.

Sim, existem opções para contratação de crédito pessoal com restrição no nome. As opções são: empréstimo FGTS ou empréstimo consignado.

Sim. É possível conseguir um empréstimo pessoal sem comprovação de renda. Mas, nesta modalidade de crédito, é mais difícil conseguir aprovação, pois a há um risco de inadimplência. Assim, esse risco é direcionado para as taxas de juros. Ou seja, é possível conseguir, mas os juros podem ser maiores.

Resumidamente, você será negativado no SPC e no Serasa, ficando com o nome sujo. Isso significa que você terá dificuldade em fazer outros empréstimos ou operações de crédito. Fora isso, se você tiver oferecido um bem como garantia do empréstimo, ele pode ser tomado pelo banco, que o leiloará para quitar sua dívida.

O crédito pessoal sem consignação é quando uma empresa financeira realiza um crédito com a possibilidade do pagamento em seguida, sem algum desconto no salário do cliente, por exemplo. É bastante comum para trabalhadores com carteira assinada, autônomos e empresários.

O empréstimo pessoal tradicional não exige garantias por parte do tomador. Geralmente é oferecido por instituições financeiras, como bancos. Ele é um tipo de empréstimo onde o tomador pode utilizá-lo da forma que preferir.

O crédito consignado costuma ter taxas de juros mais baixas, já que a inadimplência tende a ser menor com os descontos sendo feitos direto no salário, e por isso tende a ser mais vantajoso.

Para fazer um empréstimo pessoal você, basicamente, precisa ser maior de 18 anos e ter documentos pessoais válidos, como RG e CPF. É preciso também apresentar comprovante de renda (holerite, extrato bancário, declaração do Imposto de Renda, etc) e de residência.

O limite de crédito pessoal é um tipo de empréstimo que bancos e instituições financeiras disponibilizam a seus clientes. A aquisição pode ser feita por meio de análise da conta, como a renda do usuário.

Para fazer um empréstimo pessoal, os documentos pedidos podem ser diferentes de acordo com a instituição financeira, mas, em comum, sempre são exigidos RG e CPF, além dos comprovantes de residência e de renda.

Em nosso site é possível encontrar diversas opções. Trabalhamos em parceria com os principais bancos e financeiras do mercado, onde ao enviar seu cadastro, estaremos verificando as melhores opções conforme seu perfil e necessidade.

Se está procurando empréstimo pessoal com juros baixos, o banco com os juros ao ano mais baixo é a Caixa Econômica Federal que é de 47,46% a.a. Mas sempre é bom fazer uma simulação antes para encontrar as melhores condições.

O produto pode ser contratado em fintechs, bancos e financeiras. Dessa forma, por contratação em agência física ou online. As instituições financeiras devem ter a autorização do Banco Central do Brasil para atuarem, bem como respeitar as regras previstas na legislação.

​O banco detentor da conta salário somente poderá realizar o desconto das prestações de empréstimos e financiamentos diretamente na conta-salário se houver autorização, prévia e formal, dada pelo empregado, limitado ao 30% do valor recebido mensalmente

Todas as taxas e tarifas de serviços cobradas no empréstimo pessoal já são contabilizadas nas parcelas, sendo indicadas no contrato como Custo Efetivo Total (CET). Essas taxas são: Taxa de Juros; Impostos (como o IOF); Seguros e Taxa de serviços.

Para solicitar empréstimo pessoal, será necessário apresentar: RG e CPF originais; comprovante de residência atual original; comprovantes de rendimento originais; últimos extratos bancários originais, com crédito do último salário.

Para realizar a solicitação do empréstimo pessoal cada instituição financeira define as suas condições, mas em geral as principais são: Ter mais de 18 anos de idade, apresentar documento oficial com foto (RG, CNH, CTPS ou passaporte), possuir uma conta bancária, comprovar a renda (podem ser utilizados holerites, declaração do imposto de renda, pró-labore ou extrato bancário) e comprovante de residência.

O crédito consignado tem um limite de 35% do salário líquido ou benefício INSS da pessoa para ser liberado. Já o crédito pessoal não considera esse limite, e sim a situação financeira do solicitante, ou seja, é possível liberar um percentual maior do que os 35% da modalidade consignada.

O financiamento é um tipo de empréstimo, mas que tem uma finalidade específica e será usado para um objetivo já definido e alinhado com o banco. Diferente do empréstimo pessoal que você não precisa avisar o banco e pode usar o dinheiro como quiser.

O pagamento do empréstimo pessoal pode ser feito de três maneiras: cadastro no débito automático, cheque pré-datado ou por boleto do banco ou financeira.

De acordo com o relatório do Bacen, o melhor banco para empréstimo pessoal é o Banco Andbank, que tem a menor taxa de juros, com tarifas a partir de 12,96% ao ano. Já entre os grandes bancos, o melhor é a Caixa Econômica, com tarifas a partir de 35,96% ao ano.

A taxa média do empréstimo pessoal é de 4,05% e 8,43% em seis bancos do país, segundo dados divulgados pelo Procon de São Paulo. As instituições financeiras que participaram do levantamento foram: Banco do Brasil, Bradesco, Caixa Econômica Federal, Itaú, Safra e Banco Santander.

O banco com a menor taxa de juros para empréstimo pessoal é a Caixa Econômica, com taxas que se iniciam em 29,54% ao ano.

A diferença entre uma forma e a outra está basicamente no uso. O boleto bancário é mais usado em geral para pagamento de empréstimos do que o carnê. Bem como também é mais utilizado em outras formas de pagamento, como quando fazemos alguma compra a prazo em uma loja.

Algumas das principais lojas que fazem empréstimo pessoal são: Crediario (Lojas Colombo), Carrefour, Losango, Crefisa.

O melhor banco para empréstimo pessoal é a Caixa Econômica, que tem a menor taxa de juros para essa modalidade. De acordo com o relatório do Banco Central, a tarifa é a partir de 29,54% ao ano.

A quantidade máxima de parcelas dependerá da análise de seu perfil e dos documentos apresentados. Por isso, é necessário que você realize uma simulação de empréstimo pessoal.

Não há um valor máximo de empréstimo pessoal que os bancos podem ofertar, a análise de crédito costuma levar em consideração sua renda mensal na hora de estipular o valor. As parcelas não devem ultrapassar 30% do valor da renda mensal. Dessa forma, depende bastante de quanto você tem de renda por mês e do seu histórico financeiro.

Não existe um valor mínimo determinado por lei. Por isso, é o banco ou financeira que decide quais valores vão praticar. Dessa maneira, consulte a instituição escolhida sobre o valor mínimo de empréstimo que eles oferecem.

Todo mundo pode fazer empréstimo pessoal. Aposentados, funcionários públicos e microempreendedores são alguns exemplos de quem pode solicitar o crédito. Se você é autônomo e possui um bom histórico financeiro, por exemplo, pode comprovar a sua renda através da declaração do Imposto de Renda, extratos bancários e contas em seu nome.

Todo cliente com mais de 18 anos, com CPF regularizado e possa comprovar renda. Algumas instituições liberam empréstimo pessoal para negativado, mas depende do banco e instituições financeiras e se o perfil do consumidor se enquadra nos critérios para este caso.

Sim, pode trocar de banco! A portabilidade de empréstimo pessoal foi criada para que nenhum cliente fique refém de um banco por conta de uma dívida do empréstimo. Sendo assim, este processo permite que uma dívida seja transferida de um banco para outro, caso convenha ao tomador. O cliente pode tomar essa decisão por diversos motivos.

Os profissionais autônomos podem solicitar o empréstimo pessoal se apresentarem, entre outros documentos, o extrato bancário dos últimos 90 dias. Esse extrato funciona como um comprovante de renda e permite assim a análise da solicitação do crédito.

pessoa

SAIBA MAIS SOBRE NOSSOS PARCEIROSPARCEIROS

Bom Pra Crédito
Tipo

Empréstimo Pessoal

infoEsta Financeira realiza análise de crédito e não aceita CPFs negativados.
Taxa de Juros

A partir de

0,75% a.m.

Parcelas

Até 120 vezes

Valor do empréstimo

de R$ 500,00

à R$ 50.000,00

Provu
Tipo

Empréstimo Pessoal

infoEsta Financeira realiza análise de crédito e não aceita CPFs negativados.
Taxa de Juros

A partir de

1,99% a.m.

Parcelas

Até 36 vezes

Valor do empréstimo

de R$ 2.500,00

à R$ 50.000,00

Emprestimo Pagbank
Tipo

Empréstimo Pessoal

infoNecessário ter a maquina de Cartões.
Taxa de Juros

A partir de

2,99% a.m.

Parcelas

Até 24 vezes

Valor do empréstimo

de R$ 300,00

à R$ 50.000,00

Crefisa
Tipos

Empréstimo Consignado INSS

infoAceita negativados.

Empréstimo Pessoal

infoAceita negativados.
Taxa de Juros

A partir de

2,00% a.m.

A partir de

19,77% a.m.

Parcelas

Até 84 vezes

Até 18 vezes

Valor do empréstimo

de R$ 1.000,00

à R$ 50.000,00

de R$ 500,00

à R$ 3.000,00

Finanzero
Tipos

Empréstimo com Garantia de Imóvel

infoEscolha dentre até 50 opções.

Empréstimo com Garantia de Veículo

infoEscolha dentre até 50 opções.

Empréstimo Pessoal

infoEscolha dentre até 50 opções.
Taxa de Juros

A partir de

0,75% a.m.

A partir de

0,99% a.m.

A partir de

1,49% a.m.

Parcelas

Até 240 vezes

Até 48 vezes

Até 24 vezes

Valor do empréstimo

de R$ 40.000,00

à R$ 1.000.000,00

de R$ 4.000,00

à R$ 100.000,00

de R$ 500,00

à R$ 40.000,00

Empréstimo Sim
Tipo

Empréstimo Pessoal

infoEsta Financeira realiza análise de crédito. CPFs negativados não tem garantia de aprovação.
Taxa de Juros

A partir de

2,83% a.m.

Parcelas

Até 36 vezes

Valor do empréstimo

de R$ 500,00

à R$ 30.000,00

Jeitto
Tipo

Empréstimo Pessoal

infoÉ necessário baixar o aplicativo e fazer o cadastro para receber a proposto de Empréstimo Pré-Aprovado.
Taxa de Juros

A partir de

2,99% a.m.

Parcelas

Até 16 vezes

Valor do empréstimo

de R$ 100,00

à R$ 2.000,00

Banco Pan
Tipos

Empréstimo com antecipação do FGTS

infoRealize a antecipação do saque FGTS, apenas para quem possuir saldo disponível. É o seu caso?

Empréstimo Consignado Aposentado/Pensionista

infoEsta financeira realiza empréstimos apenas para Aposentados, Pensionistas do INSS e Funcionários Públicos.

Empréstimo Pessoal

infoNão aceita negativados.
Taxa de Juros

A partir de

1,69% a.m.

A partir de

1,20% a.m.

A partir de

3,08% a.m.

Parcelas

Até 7 vezes

Até 96 vezes

Até 24 vezes

Valor do empréstimo

de R$ 400,00

à R$ 50.000,00

de R$ 500,00

à R$ 10.000,00

de R$ 100,00

à R$ 10.000,00

Losango
Tipo

Empréstimo Pessoal

infoEsta Financeira realiza análise de crédito e não aceita CPFs negativados.
Taxa de Juros

A partir de

6,99% a.m.

Parcelas

Até 36 vezes

Valor do empréstimo

de R$ 500,00

à R$ 50.000,00

SuperSim
Tipo

Empréstimo Pessoal

infoAceita negativados.
Taxa de Juros

A partir de

12,50% a.m.

Parcelas

Até 12 vezes

Valor do empréstimo

de R$ 250,00

à R$ 2.500,00

pessoa

QUER SABER MAIS SOBRE O EMPRÉSTIMO E ASSUNTOS FINANCEIROS?BLOG E NOTÍCIAS

Entenda cada tipo de empréstimo e suas principais características

Em nosso blog, explicamos com mais detalhes como ele funciona, trazemos detalhes importantes para quem solicitou, além de dicas com as melhores formas de utilizar seu crédito pessoal: